Crianças que aprendem a programar ganham habilidades sociais importantes

Atualizado: 2 de Dez de 2018

Resiliência, comunicação, empatia são algumas das aptidões desenvolvidas entre os pequenos programadores.

Empatia, perseverança e solução de problemas. Esses são alguns dos grandes benefícios de crianças que aprendem a programar. Os códigos que serão criados, estudados, gerados, utilizados são os instrumentos de um aprendizado ainda maior e humano a partir da tecnologia.


Um estudo de caso realizado pelo Grupo de Pesquisa de Tecnologias do Desenvolvimento da Universidade de Tufts, de Massachusetts/EUA, mostrou que a construção de robôs, empilhamento de blocos, revezamento e definição de responsabilidades nas equipes gerou o desenvolvimento de habilidades que serão necessárias para ter sucesso na economia futura, cada vez mais automatizada.



robos-humanos

Em um futuro próximo, robôs e humanos disputarão a mesma vaga de trabalho


Uma grande tendência apontada para o mercado de trabalho nos próximos anos é o crescimento da automatização. Na disputa entre homem e máquina por um posto de trabalho, o profissional deve saber se adaptar às novas tecnologias com flexibilidade para atuar em conjunto com as máquinas.


Uma das principais tecnologias que já está sendo utilizada nas empresas é a Inteligência Artificial, que permite que máquinas tomem decisões próprias a partir das programações de seus algoritmos e aprendizados padrões.


O principal impacto social dessa tecnologia provavelmente seja a substituição de trabalhadores por robôs, seja no processo produtivo das indústrias cada vez mais digitais ou na ponta da cadeia, como o atendimento ao cliente, por exemplo.


Pesquisadores da Universidade de Oxford fizeram um levantamento mundial analisando 702 ocupações e suas chances de automatização nos próximos 20 anos. Foi criada uma escala considerando os pontos fracos dos robôs e quais profissões exigem um ser humano e não uma máquina, dependendo da capacidade de desenvolver soluções criativas, das interações sociais e habilidade de negociação.


No resultado desta pesquisa, a profissão com 99% de chances de ser extinta muito em breve é a do operador de telemarketing, assim como contador de impostos (98,7%), analista de crédito (97,9%) e caixa do comércio varejista (97,1%). Todas essas atividades já começam a testar robôs, algumas apresentando funcionamento com resultados satisfatórios para as empresas investidoras.


De acordo com um levantamento da McKinsey Global Institute, estima-se que a China perca cerca de 395 milhões postos de trabalhos para as máquinas nos próximos 3 anos. As pesquisas apontam, ainda, que, neste mesmo período de tempo, a Índia deve perder 235 milhões, enquanto nos EUA serão cerca de 60 milhões de empregos extintos.

Por outro lado, especialistas que defendem o uso da Inteligência Artificial afirmam que a tecnologia não substitui as pessoas, mas aumenta a sua capacidade de fazer melhor o trabalho ao expandir o seu campo cognitivo.


Em resumo, os profissionais que acompanharem os desenvolvimentos tecnológicos e tiverem facilidade de atuarem em consonância com os robôs, terão mais chances de se manterem no mercado.

Crianças precisam mesmo aprender a programar?


criancas-programando

Os pesquisadores da Tufts acreditam que as crianças aprendem muito mais fácil quando estão fazendo parte do processo, mexendo nas máquinas, construindo e testando ao invés de apenas sentadas atrás dos computadores.


A interação entre elas, em que aprendem juntos, discutem e descobrem soluções é o mais esperado quando se fala em aprender a programar, uma vez que saber interagir tanto com máquinas quanto com humanos, ter comunicação clara e eficiente assim como pensamento lógico e organizado são habilidades que serão necessárias nas próximas duas décadas, quando estarão no ambiente de trabalho.


Outros ganhos com o aprender a programar é a resiliência e persistência em fazer com que um projeto dê certo. Além disso, a satisfação da conquista e autoestima quando um objetivo é alcançado e, o contrário, saber lidar com frustrações quando os projetos não responderam de acordo com o previsto.


Saiba mais sobre a primeira escola de ciência da computação e robótica para crianças pelo aqui.



  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

2019 - SuperGeeks Ribeirão Preto